Manchas na Pele – O que são e por que surgem?

Calma, meninas!
As famosas manchinhas de peles incomodam, mas tem tratamento que pode amenizar consideravelmente o aspecto na pele.

A gente sabe que existem diferentes tipos de manchas que podem aparecer no corpo, porém, existe uma característica comum entre todas elas: todas são agravadas com a exposição excessiva ao sol. A célula responsável pela pigmentação da pele, o melanócito, reage a diversos estímulos e agressões produzindo melanina, por isso o surgimento de manchas na pele.

Evitar a exposição solar é sempre a melhor alternativa, pois, como já comentamos em nossa publicação “Proteção Solar” – (Confira o conteúdo completo acessando: https://goo.gl/xooJH5 ), o uso correto do filtro solar e de proteções físicas, como chapéu e guarda sol, auxiliam na prevenção de manchas. Vale lembrar que a exposição ao mormaço também estimula a piora das manchas, e por isso o ideal é resfriar a pele sempre que o calor for intenso.

Segundo nossa dermatologista Dra. Thaissa Penteado, certificada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, os tipos de mancha que podem ser desenvolvidas são:

– Efélides ou sardas: Surgem na face de crianças ou jovens, normalmente após exposição ao sol em excesso;

– Melasmas: normalmente elas aparecem após a gestação ou até mesmo com o uso de pílula ou exposição ao sol. Os melasmas surgem mais provavelmente na região das maçãs do rosto, buço e testa. Pode aparecer também em outros locais, como colo e braços, mas em geral, surgem pela combinação da gestação ou uso de pílula com a exposição solar;

– Melanoses ou manchas senis: Estas manchas são escuras, arredondadas e surgem com o passar dos anos no corpo devido a exposição prolongada ao sol;

– Manchas de pós-acne: Elas aparecem depois do processo inflamatório da acne e no início, são manchas avermelhadas que podem se tornar amarronzadas;

– Ceratose seborréica: São lesões ásperas, escuras ou esbranquiçadas. Podem ocorrer na face, couro cabeludo, membros e tórax. É comum o paciente a confundir com verrugas, entretando o quadro é benigno e só traz incômodo estético;

Por isso, procure um profissional certificado Sociedade Brasileira de Dermatologia para que ele possa fazer uma avaliação e orientá-los ao melhor tratamento.

Quer mais informações? Veja mais sobre este e outros tratamentos aqui.


Por Dra. Thaissa Penteado

Dermatologista associada da SBD.
CRM 120.792 – RQE 34115