Verão e as Manchas na Pele: Como se prevenir corretamente

Você já se incomodou com alguma mancha na pele? Ou notou que elas aumentam após um dia de sol? As manchas podem surgir em qualquer época do ano, mas é no verão que as marcas mais aparecem na pele. Isso porque a radiação solar é mais intensa e a falta do uso diário do protetor solar ajudam a aumentar a produção de melanina, provocando as temidas manchas.

O aumento das manchas durante o verão é causado pela radiação, o fator que colabora para o aumento da produção de melanina na pele. A incidência dos raios solares aumenta no verão e é justamente quando as pessoas aproveitam para se bronzear, mas esquecem de passar ou reaplicar o protetor corretamente. Por causa da alta exposição, a melanina é produzida de maneira mais acelerada, como um mecanismo de defesa da pele, causando, assim, as manchas.

As manchas solares e principalmente as manchas de melasma são os tipos mais comuns que surgem durante o verão. Pacientes com a pele negra estão mais sujeitas ao aparecimento de manchas por terem uma quantidade maior de melanina.

A melhor maneira de evitar as manchas na pele é se protegendo da radiação solar, para isso, é preciso aplicar o filtro solar 30 minutos antes de se expor ao sol e reaplicar o produto a cada duas horas ou após um mergulho. A quantidade correta de filtro depende de cada parte do corpo, mas sempre com generosidade e sem excesso. Por fim, evitar se bronzear nos horários de pico depois das 10h e antes das 16h e sempre proteger o rosto com o uso de boné ou chapéu quando necessário.

A exposição solar sem proteção gera um processo de agressão ao DNA das nossas células que vai levar ao resultado de manchas e outros problemas como rugas, ressecamento, envelhecimento e câncer de pele. Por isso é tão importante se proteger e usar o filtro solar apropriado para encarar cada estação.

A boa notícia é que existem tratamentos eficientes para diminuir as manchas no verão. Confira quais são:

1. Esfoliação:
A esfoliação semanal ajuda a manter o tecido da pele mais jovem, estimulando a renovação celular e melhorando a aparência de marcas e manchas.

2. Filtro Solar com Cor:
Além da proteção dos raios ultravioleta, o filtro solar com cor também age como uma barreira física por conta dos seus pigmentos, ajudando a garantir uma proteção extra para a pele e prevenindo o escurecimento das manchas já existentes e o aparecimento de novas.

3. Creme Clareador:
Já existem cremes que neutralizam manchas causadas pelo sol, envelhecimento, medicações ou alterações hormonais. Busque incluir esses cremes na sua rotina de
cuidados com a pele com a orientação de um especialista.

4. Vitamina C:
Produtos com o ativo da vitamina C possuem uma ação clareadora que inibe a produção de melanina de forma excessiva, ou seja ela ameniza e previne a formação de novas manchas.

5. Peeling Químico:
O peeling químico é um procedimento que deixa a pele mais fina, macia e com uma aparência mais jovial. Sua função é remover a camada de células mortas da pele, melhorando a aparência de rugas, manchas e diminuindo a oleosidade.

6. Microagulhamento:
A radiofrequência microagulhada tem o objetivo de estimular a produção de colágeno, melhorando todo o aspecto geral da pele, bem como a sustentação da mesma.

Todo tratamento deve ser orientado e acompanhado por um médico especialista para uma correta avaliação de cada caso.

Ficou com alguma dúvida? Mande a sua dúvida no Direct do Instagram @dra_thaissapenteado ou agende uma avaliação individual com a Dra. Thaissa Penteado.


Por Dra. Thaissa Penteado

Dermatologista associada da SBD.
CRM 120.792 – RQE 34115